segunda-feira, 15 de junho de 2009

Nem sei que dizer..

Chamaram-me à atenção para esta entrevista

do José Rafael Espírito Santo o líder do Opus Dei em Portugal,

li atentamente, e fiquei sem saber o que dizer.



"Que papel têm as mulheres no Opus Dei?
As mulheres têm o mesmo papel que os homens e têm mais um, que faz com que ainda sejam mais importantes no Opus Dei - é exactamente por serem mulheres que têm essa capacidade de cuidarem da casa. Toda a mulher tem uma vocação para mãe e dona de casa, mesmo que não seja mãe na prática. Têm uma sensibilidade especial para isso.

Mas um homem não pode fazer isso? Bom, é uma constatação de facto. Isto a favor das mulheres, porque elas têm uma sensibilidade e uma capacidade de atenção ao pormenor que muitas vezes escapa ao homem. Evidentemente, repare, as mulheres não estão para servir os homens. Cuidam dos centros do Opus Dei dos homens e das mulheres. Aí é um ponto de honra, porque é viver o verdadeiro feminismo, com uma consciência do que significa a dignidade de ser mulher. E os homens não deixam nada por fazer que eles não possam fazer.

Por exemplo?A cama. Deixar a roupa tratada, as coisas arrumadas, por exemplo. "





Em pleno século XXI ainda existem pensamentos destes?

Eu não queria ser má lingua...

... mas este Quique não é casado?



Isto lá é noticia?



Mas alguém acredita que isto possa ser verdade?!!?





in DN 15.06.2009

O Prometido

... não foi cumprido.

Não tenho conseguido desenvolver este blog como gostaria, em casa deixei de ter "vagar", acordo a mil e deito-me a cem mil, sempre com imensas coisas na cabeça que não me posso esquecer ou deixar para trás e no escritório as coisas vão de mal a pior, entraram colegas novas, que alias já cá estavam antes de eu regressar de licença de maternidade, mas que não percebemum dedinho mindinho do que estão a fazer.

Assim, o tempo escasseia e eu não tenho conseguido vir aqui trabalhar num dos meus hobbies preferidos, ou seja não tenho conseguido mandar nenhuma "postita de pescada".

Claro que isto não é nem nunca será (espero eu) razão para terminar com este blog, gosto demais dele e do que se tornou, para algum dia o fazer.

Espero sinceramente que me compreendam e que me continuem a acompanhar, tentarei organizar-me melhor, a promessa fica feita.
designed by Charming Templates