domingo, 31 de agosto de 2008

Os Ciganos e o Rendimento Mínimo Garantido

O programa Perdidos e Achados da SIC, procura os entrevistados de reportagens antigas e tenta verificar como correm as suas vidas passados alguns anos.

Ontem à noitinha o que assisti, procurou recuperar a história de três crianças ciganas, que moravam na Aldeia de Quinhendros em Montemor-o-Novo, nessa altura esses meninos começavam a tomar o primeiro contacto com as escolas, agora passados oito anos as mudanças praticamente não existem, aquilo que chocava o país há anos atrás continua a chocar agora.

De qualquer maneira, o único resumo possível daquela triste história, é uma familia que continua a viver à conta do orçamento, com protecção da autarquia e das autoridades.

Na peça o Presidente da Câmara chegou mesmo a admitir que não podia "exigir o mesmo conjunto de regras a um cidadão culto e a um inculto".

Para mim não é uma questão de conhecimentos, mas sim de preguiça, nunca foi preciso saber ler ou escrever para trabalhar ou pelo menos para querer trabalhar e aquela família não quer, prefere continuar a viver com o rendimento mínimo, a explorar a sua vertente reprodutora, afinal por cada filho a mais, o seu rendimento mensal aumenta.

Mantêm costumes bárbaros e tribais, as mulheres não têm direito a pensar e casam-se aos 13 anos com homens de 20, o que em qualquer outra circustância normal seria mesmo considerado pedofilia, as crianças, não podem ir à escola, e o viver na porcaria em nada os incomoda.

Procurei sem sucesso o link para que pudessem ver e avaliar por vós próprios, seria interessante puder rever algumas declarações dos membros daquela familia, infelizmente a SIC não publicou como habitualmente nenhum excerto da reportagem.

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Incompetências Hospitalares

Admite-se que uma pessoa, esteja numa urgência de um hospital desde as 21h15 até às 24h30 à espera que uma sra. enfermeira se digne a cumprir a ordem de um médico?

Há serviços que francamente, só me apetece chegar lá e “pintar a macaca”, "rodar a baiana", fazer uma escandaleira daquelas valentes.

Então um doente dá entrada na urgência, por ordem médica, com suspeitas de uma infecção, o médico vê-o 15 minutos depois de ele chegar, manda fazer imediatamente recolha de sangue para análises e as sra. enfermeiras demoram 2 horas a proceder à ordem médica?!

Mas em que m#$%a de país estamos nós?

Cambada de incompetentes.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Lei do Divórcio

A semana passada quando o PR devolveu à Assembleia da República, a nova lei do divórcio, instaurou-se a polémica total, uns chamaram-lhe de retrogrado outros aplaudiram-no.


Infelizmente esta questão não pode ser política, não se pode pensar em mudar uma lei, só para tornar o divórcio mais mais fácil, ou para adicionar mais um simplex a esta governação, argumentando que a lei é moderna e mente-aberta.


Este tema é demasiado sensível para ser tratado com leviandade e ligeireza, tem de haver consciência politica e cívica, porque não se fala de um processo, fala-se de separações de famílias, de reconstruções de outras famílias, de crianças que se sentirão desestruturadas com as querelas entre os progenitores, enfim, problemas sociais graves.


Existem conceitos que caso a lei siga em diante deixaram de ser válidos, como por exemplo o de divórcio litigioso, membro vunerável, poder paternal e afins, conceitos que apesar de existerem à muitos anos são necessários quando as partes mão se entendem.

O problema do divórcio actual não é a burocracia, problemas de amor, sexo e dinheiro não estão absolutamente nada relacionados com burocracia, resultam de indivíduos, de valores, de formas de estar na vida, resultam de compreensões pessoais e de motivações, não existem leis que regulem isto pois não?

Então não nos podemos servir da motivação de tornar o divórcio mais fácil, para criar uma lei que vai prejudicar a familia, e que pode mesmo beneficiar o conjuge que está em incumprimento.




Vejam o comunicado que o PR fez, quando vetou a nova lei.

Linha de Metro Excede Orçamento

Eu não sei como é que estes senhores fazem, aprovam um projecto para construção de uma nova ligação de metro, Saldanha/São Sebastião, por 196 milhões de euros, mas depois não sabem que voltas dão à coisa, que acabam a pagar 240 milhões.

Quando o meu-mais-que-tudo e eu compramos casa um pouquinho antes de nos casarmos e fizemos as respectivas obras, afinal o carcanhol não chegava para um apartamento novinho em folha, fizemos também um orçamento, e no fim das contas, quando a obra foi dada como concluída, o respectivo não foi ultrapassado em mais 20%, muito pelo contrário, a determinação em cumprir o estimulado, revelou-se eficaz e a falta de mais onde o ir buscar também ajudou imenso.

Segundo os jornais de hoje a "derrapagem no preço da linha vermelha resulta de imprevistos existentes no subsolo e no prolongamento do túnel até à rua Marquês da Fronteira", é que nestas equipas pagas a peso de ouro não existem engenheiros competentes que antecipem problemas, nem existem investigações nem inquéritos para nada, existem sim é desculpas para tudo, porque o dinheirinho que gerem não é dos próprios.

Os comuns dos mortais que afinal não podem nem devem ir ter com os paizinhos e pedir batatinhas; os comuns dos mortais adultos, independentes e responsáveis, que gerem o seu próprio plim-plim, esses conseguem cumprir orçamentos, mas não se iludam, são só esses.

O que eu gostava mesmo de saber é como é que os governos deste país e as suas sociedades públicas, que passam a vida a pedir batatinhas aos contribuintes, fariam se nós os pudéssemos mandar dar uma volta ao bilhar grande.

domingo, 24 de agosto de 2008

20 Anos depois...

... muitos ainda recordam com terror aquela fatídica madrugada.

imageimage image

  Incêndio do Chiado, madrugada de 24 para 25 de Agosto de 1988

Para Ti Alvinito

 
Não é o postalinho que querias receber no gabinete da facul,
mas enfim, o que conta é mesmo a intenção.
 
Muitos Parabéns!!!

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

4# Sabia que?

Um em cada seis habitantes da terra mora na China.


Socrates e Chavez aos Segredinhos

O nosso Primeiríssimo segredou a Hugo Chavez que a economia portuguesa "está estagnada!"



Ze Bandeira, in dn 22.08.08


O que se esqueceu é que podia tê-lo dito em voz alta, afinal de contas isso já não é segredo para ninguém.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

A Única Medalha de Ouro

Graças à minha querida e estimada amiga C., que me alertou para o facto do Nelson Évora ainda poder vir a ganhar uma medalha por Portugal, não cometi a injustiça antecipada no meu post de terça-feira, "Pelo menos uma", de dizer que a Vanessa Fernandes teria conquistado a única medalha portuguesa dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim.




Parabéns Nelson Évora


Quanto aos atletas que ficaram pelo caminho, que não chegaram a conquistar a subida do pódio, apesar das suas declarações menos felizes apoio-os e desejo-lhes as maiores felicidades nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.

Não desistam dos vossos sonhos e acreditem nas vossas capacidades.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

O que é feito de Margarida Marante?

Ao passar os olhos por uma revista de fofocas, (que deixo bem claro não me pertencia) vi Emilio Rangel e lembrei-me de Margarida Marante?

Uma jornalista que até à cinco, seis anos era presença essencial na vida jornalistica portuguesa, possuia um curriculum brilhante, é licenciada em direito pela Universidade Católica de Lisboa, fez uma pós-graduação em Direito Comunitário na mesma faculdade e um curso de especialização em jornalismo nos EUA.

Aparecia quase todas as semanas em revistas de fofocas mas sobretudo era respeitada pelo seu trabalho e profissionalismo.

A sua carreira tinha mais de 25 anos, apesar de ter passando por jornais, rádios e televisões de referência, o grande público associa-a ao programa semanal da SIC "Esta Semana" que durou cerca de cinco.

Mas e agora? Que aconteceu a esta senhora?! De repente desapareceu do mapa? Estranho!!!

Ninguém está livre de passar por maus momentos na sua vida, mas não serão esses momentos que determimam quem está ao nosso lado? A história da vida pessoal de Margarida Marante e Francisco Frinha Simões, não têm nada que ver com a sua profissão, deixou de ser considerada e falada, e trabalha agora sem grande brilho como colaboradora do Sol.

Pelo menos uma...

Vanessa Fernandes conseguiu a única medalha que Portugal obteve nos Jogos Olimpicos de 2008 em Pequim.

Esta atleta, conquistou o segundo lugar na prova de triatlo perdendo a primeira posição para a sua única rival a Autraliana Emma Snowsill.

Contigências, trouxe a medalha de prata mas, nas provas mundiais ora ganha uma ora ganha outra.

Parabéns!!!



COMPLEMENTO: Uma amiga, que muito estimo mas que infelizmente nunca comenta aqui, chamou-me à atenção para o facto do Nelson Évora, ainda poder ganhar uma medalha por Portugal. Parece que o atleta já está na final do Triplo Salto.

7 Gémeos de uma vez só

Ontem no Egipto, uma mulher de 27 anos, deu à luz, nada mais nada menos que sete bebés seguidos.

Os quatro rapazes e as três meninas, encontram-se bem de saúde, e estão numa incubadora, porque afinal nasceram seis semaninas antes do tempo.

A parturiente já tinha três meninas e procurava o rapaz, tentando engravidar à cerca de cinco anos, submeteu-se a uma série de tratamentos de fertilização e o resultado foi este mesmo, 7 gémeos de uma vez só.

Pois bem cara senhora, agora tem quatro rapazes e seis meninas. Muitos parabéns e já agora alguma paciência.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Sonhar com Leões

Esta noite alguém, andou a sonhar com Leões, ora o rapaz correu, saltou, fugiu e não deixou ninguém dormir sossegadinho com tanto bicharoco.

Pois meu querido, só espero que o Leão que andaste a passear à trela por Belém e que depois se revoltou seja parecido com algum destes exemplares.

Picture2 Picture3

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Cuidado, muito cuidado.

Estou de fones ligados, não posso mais com as mesmas músicas, o mesmo ruído de fundo, do rádio misturado com os da auto-estrada, já desisti de me irritar com este assunto, já desisti de me debater com coisas que estão para além da minha compreensão e resolução.

É impossível eu conseguir que a minha coleguinha-de-estimação perceba que o rádio ligado me incomoda, que não gosto de ouvir música o dia todo, e que muito menos gosto de ouvir constantemente as mesmas músicas embaralhadas com os carros a passarem.

Não falo destas coisas insignificantes, por falar, hoje é o esgotar de uma falta de espaço para engolir sapos e mais sapos.

Estou cansada de trabalhar aqui, sinto que durante estes anos não cresci profissionalmente, não me sinto valorizada, nem tão pouco necessária, acho mesmo que se a partir de amanhã não pusesses cá os pés ninguém dava pela minha falta.

Em comparação com as minhas amigas, olho para elas e vejo-as realizadas, com mais ou menos chatices, mas realizadas, com vontade de ir trabalhar apesar de adorarem férias, e se queixarem como meio mundo.

Eu adorava sentir-me assim também, quem me dera refilar com as injustiças e explorações das empresas, mas com certezas de que no dia seguinte queria voltar para lá, quem me dera não começar a ver o que não quero ver, quem me dera não olhar para estes anos aqui e ver que parece que cheguei ontem, quem me dera saber o que sei hoje e não ter aceite este trabalho.

Por tudo, pelo próprio trabalho, pela pouca evolução, pela não valorização, mas também pelo ambiente, hoje então atestei que tudo o que de mau eu pensava sobre os comportamentos desta empresa é mil vezes pior, o diz-que-disse, a intriga, é incrível como pessoas se aproveitam da ausência de outros para os denegrirem, dizendo coisas de forma subtil, de forma insinuatória, de forma que não gosto nem estou habituada.

Eu não fui criada na maldade, na inveja, no ciúme e era incapaz de me referir assim sobre quem quer que fosse, é inacreditável, estou mesmo embasbacada.

Depois de tudo fico a pensar será que quando eu não estou também falam assim de mim? Será que é possível!? Como sou ingénua! Agora junto as peças, as atitudes, as manias, não é uma simples embirração, não é, tenho a certeza que não, e tal como estas duas devem existir muitas mais por este escritório fora.

Cuidado, muito cuidado.

Justiças Trocadas

O Polícia que no dever das suas funções, alvejou um jovem de 12 anos, envolvido pelo seu pai num assalto, está suspenso das suas funções com termo de residência.

Já os assaltantes, apanhados em flagrante delito, foram enviados para casa, com a condição de se apresentarem na esquadra quando necessário.

Bonita esta injustiça Portuguesa.

Tecnicamente não percebo de direito, tenho algumas noções e alguns conceitos presentes, mas não sou obviamente uma expert, no entanto faz-me muita confusão como é que coisas destas acontecem, como é que a justiça e a sociedade se voltam contra as pessoas que as defendem e que exercem as suas funções.

Se um polícia me disser alto eu tenho mais é que por as mãos no ar e obedecer, é a força da autoridade, posteriormente posso questionar se essa autoriedade foi bem ou mal cumprida, mas na altura tenho o dever cívico de obedecer a quem reclama a ordem.

Muitas vozes se ouviram contra a acção policial que alvejou os assaltantes do BES, mas eu pergunto, se alguma dessas vozes se visse com uma pistola encostada à cabeça no meio de um assalto, não esperava ser defendida pelos agentes de campo?

Nenhuma nação vive sem ordem, e quando temos pessoas não cumpridoras dessas ordem, infelizmente é necessário que alguém a reponha.


COMPLEMENTO: PARECE QUE AFINAL O MELIANTE MANDADO EM LIBERDADE PELA JUSTIÇA PORTUGUESA É UM DETIDO A MONTE HÁ MAIS DE 8 ANITOS. AO QUE TUDO INDICA A CRIATURA NÃO FOI APANHADA PORQUE APRESENTOU UM BI FALSIFICADO.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Façam-me um favor

A manchete do Publico Online hoje é surreal,

"Entrevista exclusiva.

Cristiano Ronaldo explica porque fica no Manchester"


O que é que há para explicar?

Fica no Manchester, porque o Real Madrid não quis pagar os 90 milhões da cláusula de rescisão e o Manchester não aceitou os 40 milhões oferecidos pelo Real Madrid.

É assim tão complicado?!?!?

Jogos Olímpicos de Pequim

Alguém me consegue explicar esta febre?


Mas anda tudo doidinho!?!?


Que loucura é esta?





Mais de 3.000 horas de transmissão distibuidas pelos vários canais, sendo que a RTP 1 sózinha transmite 500 horas? Mas qual é a piada?

Juro que não percebo!!!

A Fórmula 1 passou para a Sport Tv, os jogos de futebol dos 3 grandes também, e depois temos de gramar os Jogos Olimpicos de Pequim, isto não passa pela cabeça de absolutamente ninguém.

Metade dos Portugueses, ah ah metade, mais de dois terços, não conhece os atletas nacionais que vão competir, quanto mais os internacionais, olhem eu sou uma delas, chamem-me ignorante se quiserem, bem me importo eu!!!

Os Países deviam era fazer boicote e censurar a transmissão, afinal a China não é um país livre!

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Não tens Pais Ricos?

... então vai ao BES.



O balcão do BES da Marques da Fronteira em Lisboa, está neste momento a ser assaltado com direito a reféns e tudo, parece que as ruas já estão fechadas e a PSP já iniciou as negociações.


Tanto pediram para a malta que não tem pais ricos ir ao BES, que os tipos foram mesmo.


in Publico

"Mexeletas"

Considero-me uma mulher dotada na cozinha no que diz respeito às sobremesas, aos doces, aos bolos, aos queques, ou seja quando penso em fazer essas coisinhas boas e deliciosas, elas saem na perfeição, de comer e chorar por mais.

Normalmente digo sempre uma oração na altura em que estou a faze-las "Que Deus Nosso Senhor te faça sair com muito sabor, porque foste feita com muito amor", e acredito mesmo que este pequeno pedido faz a diferença nas minhas doçarias.

Quanto à cozinha de garfo e faca propriamente dita, aquela que dá substancia e não faz cair os dentes, essa vou dando uns toques. Pratos com massas saem lindamente, não fosse eu uma super fã da comida italiana, os outros pratos vão saindo.

Hoje liguei ao mais-que-tudo e perguntei se não lhe apetecia umas omeletas para o jantar, porque a mim estava mesmo a apetecer, contingências do meu estado.

"Sim, omeletas parece-me muito bem, mas temos um problema nem tu nem eu sabemos fazer!!!". "Não faz mal" foi resposta pronta, "começamos com omeletas e acabamos em ovos mexidos".

Mas porquê não sou eu capaz de fazer uma Omeleta??? A minha querida mãezinha, já me ensinou milhares de vezes, tal como me ensinou tudo o que sei fazer na cozinha, mas infelizmente não sou dotada para as omeletas... mas em compensação, faço lindas mexeletas!!

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Milhões de Impostos

Onde é que estão os milhões de impostos que os Portugueses cumpridores pagam, quando precisamos de cuidados de saúde?

Infelizmente ontem tive de me deslocar às urgências do hospital da minha zona, e fiquei 45 minutos à espera sem que nenhum médico ou enfermeiro me tivesse feito qualquer triagem, podia estar ali esvaida em sangue, que ninguém veio checar, e só fui atendida quando o meu querido Paizinho entrou pelos serviços dentro e pintou a macaca.

Cambada de ladrões que põem 2 médicos e 3 enfermeiras de banco numa urgência com satisfação de zona habitacional de mais de 50.000 pessoas.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Distribuição Eleitorial

Uns distribuem frigorificos e microndas, outros mini-computadores.


A diferença?


A diferença é que uns fazem-no com o dinheirinho das campanhas eleitorias a pensarem no governos,

outros fazem-no com o dinheirinho do governo a pensar nas campanhas eleitorias.



Ah, e não me venham com histórias de desenvolvimento económico, este negócio foi feito sem qualquer concurso público e esta ideia, do computador infantil de nome Magalhães, apresentada como tão inovadora é pratica corrente em paises sub-desenvolvidos como o Brasil e Indonésia.

FONTE: IOL DIÁRIO

Salários em Espécie

Este Governo vai propor mais uma brilhante alteração ao código do trabalho, o pagamento dos salários em espécie vai ser determinado pelo empregador e não precisa da concordância dos trabalhadores, uma vergonhosa notícia que o Público dá conta hoje na sua edição diária.

Ao que tudo indica a percentagem de salário paga em dinheiro e paga em espécie não fica definida por lei, tendo passado essa responsabilidade decisória para os patrões.

Para quem não sabe os pagamentos em espécie não se resumem só aos tão falados carros, gasolinas, telemóveis e seguros de saúde, em profissões com as quais não nos preocupamos tanto o pagamento em espécie é por exemplo peixe aos pescadores, pães aos padeiros, refeições aos empregados hoteleiros e por ai.

Este governo continua a favorecer as entidades patronais, como alias tem feito até agora, sem se lembrar que infelizmente nem todas essas entidades são escrupulosas.

Com esta lei, os trabalhadores desfavorecidos das indústrias têxteis poderão ver os seus salários efectivos reduzidos em contrapartida de peças de vestuário, e os mecânicos em contrapartida de reparações de automóveis, os agricultores em géneros alimentares e por ai em diante.

Daqui a nada voltamos aos tempos feudais, ou não indo tão longe começamos a trabalhar como os chineses por uma tigela de arroz.

designed by Charming Templates