Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2009

Nº 5 do Artigo 186.º, da Constituição da República Portuguesa

Peço a vossa atenção para o ponto cinco do Artigo 186.º que se encontra na Parte III - Organização do Poder Político, da Constituição da República Portuguesa e depois esclareçam-me se fizerem o favor, sobre o porquê do nosso Primeiríssimo ter aprovado a construção do Centro Freeport na Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo, enquanto Ministríssimo do Ambiente do governo do Sr. Engº António Guterres. É que não consigo descodificar essa aprovação como estritamente necessária...

Yes we can

"Campanha Negra"

Negrissíma diria eu, afinal não é a primeira vez, que o nosso Primeiríssimo é envolvido em escandalos que se enquadram na falta de honestidade e em negociatas escusas, mas que o próprio defende como sendo "Campanhas Negras" para o vencerem e o fazerem desistir.Não sei se é a consciência a pesar, mas o certo em que em oito dias, o nosso Primeiríssimo, já se manifestou 3 vezes e fez 2 declarações públicas, sobre um caso em que ele garante estar inocente.Ontem na sua quinta fala sobre o Freeport, todos pensamos que se ia demitir, mas saiu-nos o tiro pela colatra, o Sr. está lá de "pedra e cal", irra que alapou ao poder!!!Há uns tempinhos atrás já houve governos demitidos por menos, muito menos... aguardo com expectativa as declarações do PR sobre esta vergonha.

Ano do Bufalo

Começou apenas ontem... e o Google já fez referência a este novo ano.Gosto mesmo deste motor de busca, sempre na vanguarda.Quanto ao ano do Bufalo propriamente dito desejo que seja melhor que o do Rato!!!Que para mim só teve uma coisa boa...... o meu menino!!!

Henrique Monteiro

Recebi via e-mail e não resisto em partilhar. Genial!!!

Caso Freeport

O nosso Primeiríssimo, que raramente comenta casos polémicos, desta vez abriu uma excepção e comentou em cima do acontecimento o caso Freeport.É certo que o seu comentário foi deveras facioso, não fosse o nosso Primeiríssimo ter feito uma insinuação que este caso só é falado em anos de eleições, e tinha sido perfeita a dua manifestação.Na certeza porém que ninguém está esclarecido sobre os contornos deste caso, que até agora têm sido muito abafado e quase nada falado nos meios de comunicação social, contudo o ocorrido tomou medidas tão graves e dúvidas tão complicadas que os jornais e televisões não tiveram mesmo outro remédio senão falar nele.As autoridades andam lentinhas, ao contrário do desejo do nosso Primeiríssimo, afinal à anos que brilhantes profissionais portugueses, tentam perceber se o licenciamento do Centro Comercial Freeport, instalado uma área, que na altura do governo de António Guterres, era Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo, foi ou não conseguido através…

7 de Janeiro 2009...

Foi o dia mais feliz da minha vida, e devido ao acontecido neste dia maravilhoso, este lindo blog têm andado assim como... "sem rei nem rock".Há meia-noite e meia o meu embutido resolveu dar verdadeiramente o ar da sua graça, e às 9h10 da manhã nasceu e completou a vida os seus papás.Tenho um bebé lindo e tranquilo em casa à 16 dias, e não tenho olhos para absolutamente mais nada, os meus pensamentos giram todos à sua volta e as minhas rotinas modificaram-se por completo.Nestes últimos dias a blogesfera ficou para segundo plano, mas com o passar do tempo, concerteza que recuperarei a confiança dos que têm paciência para me ler.Só vos posso dizer uma coisa, a minha vida modificou-se completamente, como da noite para o dia, mas eu estou muito, muito feliz.

Primeira Entrevista do Ano de José Socrates

No primeiro dia útil do ano, o nosso Primeirissimo, acedeu dar uma entrevista a um canal de TV generalista no horário nobre e mais uma vez batemos o record de uma quantidade de mentiras pegadas ditas no mesmo programa de televisão pela mesma pessoaInfelizmente apesar de estarmos no princípio do ano, o nosso menino d'ouro não conseguiu contornar os seus piores defeitos e manteve todas as mentiras, todo o espirito arrogante e toda a vaidosisse e presunção.Tal como lhe é caracteristico, fugiu às perguntas directas que lhe foram feitas e respondeu dizendo o que mais lhe convinha, respondeu com um discurso preparadíssimo em casa e com uma demagogia encantadora.A sua única frase que começou como verdadeira terminou em borrada, pois admitiu que Portugal poderia entrar em recessão durante 2009 mas que quando o Governo apresentou o Orçamento do Estado em Setembro 2008, “ninguém tinha consciência da dimensão da crise”, coisa extraordinária, afinal desde Setembro de 2008 não se verificou nen…