Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012

O facebook "enfacebookou" a cabeça das pessoas.

Então não é que virou moda postar no facebook frases dirigidas a pessoas que já morreram.
Mas anda tudo louco?
Hoje em dia, as pessoas postam tudo no facebook,  comi isto, fui ali, vi isto,  falei com fulado, estive com sicrano, e vi beltrano o que falta mesmo  é começarem a deixar na cronologia temporal as horas a que dão puns!!!

My Cake

Abriu uma loja destas ao pé de mim!!! Eu adoro bolos e doces e sobremesas e tudo o que leve açúcar e chocolate (bem sei que agora estou a maminhas e que que as sementes trabalhadas do fruto do cacau são proibidas à minha pessoa),  mas a verdade é que gosto mais de comer do que fazer, mas pode dizer-se que tenho dias em que gosto de ir para a cozinha.
E foi ver esta criatura no centro comercial que frequento e ficar logo com um sorrisinho matreiro e cheinha de ideias.
Epá, mas os tipo são carreiros até dizer chega não à direito que peçam fortunas por moldes e formas!!!

"Piriguete"

É o sinónimo engraçado para "xingar" uma oferecida, assanhada que se aproveita da loucura dos homens e os leva a pagaram-lhe as contas.
Se analisarmos a coisa, a reputação é a mesma das meninas da rua, mas umas recebem em numerário e as outras em género.

Aprendi hoje!!!
E vou usar muitas vezes, afinal o que não falta por ai é Piriguetes.

Descubram as diferenças!!!

Ambas têm policias e miúdas ruivas!!!

Oficialmente nos...

Isto das Onomatopeias tem que se lhe diga.

E suscita curiosidade...

Correndo o risco de dar uma de professora primária, partilho mais destas bonitas palavrinhas.


Águia – crocita, grasna, grita, guincha Andorinha – chirla, chilreia, gazeia, gorjeia, pia, pipila,trinfa, trissa, zinzilula Besouro – zoa, zumbe, zune. Bode, Cabra, cabrito – berra, bale berrega, barrega, bezoa. Burro – zurra, orneia, orneja, urneja, rebusna, relincha, zorna. Canário – canta, gorjeia, modula, trina, trila, trina. Carneiro, ovelha – berra, bala, bale, berrega. Cegonha – grita, glotera, grasna. Cigarra – canta, fretene, chia, chichia, cicia, cigarreia, estridula, estrila, rechia, rechina, retine, zangarreia, zine, zizia, silva. Cobra – sibila, assobia, chocalha, guizalha, silva.. Cotovia – canta, gorjeia. Cuco – cuca, cucula. Estorninho – pissita. Falcão

E por falar em Cisnes,

Sabem qual a palavra correcta a aplicar "à fala de cada animal"? No post anterior identifiquei essa lacuna no meu Português, relativamente "à fala" dos cisnes, mas conclui que cantam ou arensam, pelo que vos deixo aqui em verso "as falas dos animais" ou em português correcto as palavras onomatopaicas.
Palram pega e papagaio E cacareja a galinha Os ternos pombos arrulham Geme a rola inocentinha.
Muge a vaca, berra o touro Grasna a rã, ruge o leão, O gato mia, uiva o lobo, também uiva e ladra o cão.
Relincha o nobre cavalo, Os elefantes dão urros, A tímida ovelha bale, Zurrar é próprio dos burros.
Regouga a sagaz raposa, bichinho muito matreiro. Nos ramos cantam as aves, mas pia o mocho agoureiro.
Sabem as aves ligeiras, o canto seu variar. Fazem gorjeios às vezes, às vezes põem-se a chilrar.
O pardal, daninho aos campos, não aprendeu a cantar. Como os ratos e as doninhas, apenas sabe chiar.
O negro corvo corcita, Zune o mosquito enfadonho, A serpente no d…

15# Sabia que?

Os cisnes para além de monogâmicos, têm um péssimo sentido de humor?
E sabia que, os cisnes não cantam ou arensam  a não ser nos momentos que antecedem a sua morte?




Ora um reformado com a 4ª Classe

...pensa mais e melhor que os engenheiros da CML!!!



E ainda andam estes "meninos" a falar mal do Salazar.

Esse Sr. não só era exigente como também,
 quando saiu do governo deixou ao país muitas reservas de ouro.

Gabriela

O romance foi escrito por Jorge Amado e passou pela primeira vez na TV em 1975, nessa altura ainda nem era pensada, por isso não tive a chance de ver a novela que agitou os tempos.

Mas hoje é diferente, tenho MEO, por isso a série está programada para gravar todas as noites na SIC às 22h20. E eu vou ver, com o comando da MEO na mão e a saltar os intervalos e as partes feitas para encher chouriços.

Vendo o meu Frigorífico.

Devido ao aumento do agregado familiar, compramos para a nossa cozinha um side by side, mas como nosso antigo combinado, com apenas seis anos está muito bom, custa-me imenso dá-lo assim, até porque dava-me jeito abater o preço das criaturas novas, já que não comprei porque estava estragado.

Assim o frigorífico em questão é um combinado de instalação livre, modelo CB 340 S, cujas as características são:
“Look Silver”Control electrónico com display LCDDisplay digital com visualização de temperatura no frigorífico e congeladorSistema Fuzzy Logic de controlo automático de temperaturaTermóstato regulávelSistema de congelação rápidaDescongelação automática do frigorífico e do congeladorPrateleiras da porta reguláveisTrês prateleiras de vidro reguláveis em alturaCompartimentos para fruta, legumes e medicamentos com regulador de temperatura e humidadeTrês compartimentos individuais de congelaçãoZona de conservação -3 a -15° C no congeladorIndicadores de funcionamento, congelação rápida e alarm…

O Balanço 28 dias depois - O Puerpério (parte II)

A má criação das auxiliares da MAC é sentida por todas as puerpérias, ainda que felizes por terem acabado de ser mães, e por isso mesmo terem a tolerância elevada ao quadrado, as recém mamãs estão doridas, cansadas e muito fragilizadas. Precisamos de tudo, menos de gente mal educada, arrogante e com o rei na barriga.
Tinha uma medicação a fazer de 12 em 12 horas, prescrita pela ginecologista, e peço um copo à auxiliar, pois essa medicação tinha de ser diluída em água, a pronta resposta da criatura é que quando tinha chegado me tinham dado um copo, claramente que a minha pronta resposta foi "E? Estou a fazer uma medicação e como é natural não vou lavar um copo de plástico sujo com remédios, num lavatório com gel de bebé, por isso por favor, traga-me outro sff!"
E sim, se se perguntam a cegada do copo de plástico repetiu-se por três dias, duas vezes por dia, tantas quantas tive de tomar o remédio. E a água para diluir o remédio? Ou tinha minha engarrafada e trazida por famili…

O Balanço 27 dias depois - O Puerpério (parte I)

Estou pronta para ser transferida para o "quarto"(escrevo entre aspas porque na MAC  não há quarto, as belíssimas instalações de mais de 100 anos, sem remodelações, obras ou algo parecido, proporcionam uma série de grandes enfermarias com 6 a 8 camas, com umas cortinas a dividir as camas e apenas um lavatório, pois as casas de banho correspondem a apenas duas retretes e quatro cabines de duche para todas as enfermarias) e foi aqui, quando me apercebi que o tempo na sala de partos, o tempo de contemplação e namoro a três, com magnificas recordações do namoro do Niquinho estava a chegar ao fim, e que eu ai mesmo ser transferida, e o sossego estava a chegar ao fim.
Tive o meu primeiro filho na MAC por engano e o segundo por estupidez, afinal à primeira todos caiem e à segunda cai quem quer, e eu cai porque achava que a qualidade dos médico e enfermeiros superava as más instalações e os maus funcionários auxiliares e seguranças. Hoje continuo a achar que a qualidade técnica dos…

O Balanço 26 dias depois - O Parto (parte II)

As indicações do enfermeiro que fez o meu parto, foram de facto uma mais valia e grande ajuda para acabar com o sofrimento causado pelo nascimento do Baby Boy. - Descontrai e respira profundamente, vai controlar as dores pela respiração. - Inspira pelo nariz e expira lentamente pela boca. - Quando vier uma contracção, respira e faz força.
E quando dei o primeiro grito, "Não grite que perde as forças! Concentre-se!"
Um único e solitário grito, de resto era, respira, respira, faz força... pergunto-me ainda hoje passado este tempo, como consegui ter um filho sem exteriorizar a dor, como?
Segundo o mais-que-tudo, só chorei de alegria quando peguei o meu bebé ao colo.
O calor que senti era de facto insuportável, transpirei litros de água, mas passado algum tempo, não me perguntem quanto, porque desta fez com as dores nem consegui pensar nisso, apenas me lembrei do relógio quando puxei o Baby Boy, o belo do maridão estava de leque na mão a abanar-me.
Bom mas nesta altura já esq…

O Balanço 25 dias depois - O Parto (parte I)

Quando na noite de dia 8 de Agosto, as dores se intensificaram pela madrugada de dia 9, soube que daquele dia não passava, tinha estado na MAC com a minha médica na manhã de dia 8 e segundo ela a coisa ainda não era para já, pelo que vim de lá convencida que o Baby Boy nasceria apenas no dia 12, altura em que a médica estaria novamente de banco.
Positivamente impressionada por um parto fantástico do Niquinho, tudo aquilo em que não pensava era mesmo no próprio do parto, por isso esperava "pacientemente" pelas contracções de dez em dez minutos, enquanto elas teimavam por ser irregulares entre sete em sete e dezassete em dezassete minutos.
Aguentei-me até às 4h00 para ir às urgências, afinal sem contracções regulares nem perca de líquido, não me internavam.
Até que, a bolsa começou a romper e achei por bem começar a pensar que muito provavelmente não passaria daquela madrugada.
Sai de casa com o Niquinho, tentando sem sucesso não o acordar, e deixei-o entusiasmadissimo em c…