terça-feira, 4 de outubro de 2011

A vergonha do Colégio o Parque e a Av. das Descobertas!!!

Senão mais que uma VERGONHA, com o assentimento da PSP, e da CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA é o que todos dias os condutores que passam por ali de manhã são obrigados a presenciar.
 
Para quem não conhece a Av. das Descobertas no Restelo em Lisboa, têm três faixas de rodagem para cada sentido, a Av. desce desde o alto do Restelo, passando pelo Hospital São Francisco Xavier, e dando berma a uma série de Embaixadas que por ali se sediam.
 
Uma das instalações ou filiais do Colégio o Parque, está do lado direito de quem desce a Av. e recebe centenas de crianças, a verdade desta história toda é que quem licenciou a abertura de mais uma escola naquela Av., deveria estar completamente cego, ou então fez que não via, pois não acautelou a necessidade dos pais irem deixar os meninos à escola, e não terem sitio onde parar os carros enquanto tiram as crianças.
 
O desprezo total pela sociedade e por todas as pessoas que também pagam os seus impostos e contribuem produtivamente para o progresso de Portugal e Lisboa, é tão grande, que os pais ocupam o passeio, a primeira faixa de rodagem e a segunda para deixarem os seus filhos na escola. O trânsito naquela zona da cidade é compacto e torna-se "pandéminco" e perdemos tempo desnecessário apenas porque a Câmara Muncipal de Lisboa, não fez nem faz o seu trabalho como deve ser.
 
Hoje para mim foi a gota de água ao ver os carros a pararem na segunda faixa de rodagem e com um Agente da PSP destacado no local, uniformizado, e em serviço, a mandar mensagens ao telemóvel e literalmente a borrifar-se para a desordem, o incumprimento, o caos, e tumulto que aconteciam mesmo à sua frente; tudo isto me provoca ganas de revolta, por viver num País de Malcriados!!!
 
Com o "acrescento" da escola, ao lote ao lado, aumentando as suas instalações, qualquer pessoa de bom senso que passasse por ali de manhã, estava completamente convencida que seria desta que iriam encontrar uma solução para os carros entrarem dentro dos portões da escola e não atravancarem a circulação dos carros.
 
Mas não, a escola comprou cerca de mais 1000 m2, e maximizou o nº de salas elevado ao quadrado, mas continuou sem acautelar a barafunda que provoca diariamente no trânsito,  e o engraçado disto tudo, que não tem piadinha absolutamente nenhuma, é que a Autarquia também não impôs nenhuma medida nesse sentido.
 
As obras estão a terminar em breve, e em vez de duas centenas de crianças a escola irá receber cerca de meio milhar, o que vai parar por completo o trânsito, mas não faz mal porque os Agentes da PSP estão no local, mas batem palminhas, e assobiam para o lado.

5 comentários:

Anónimo disse...

Certamente que o autor deste texto nunca comete infrações , não leva crianças à escola e a vida corre-lhe mal! Apesar de ser verdade a situação aqui descrita faltou dizer que existe mais um outro colégio uns metros acima que tem também milhares de crianças, que O Parque tem uma zona interna drop-off para os pais entrarem e deixarem as crianças sem empatar mais o transito, na medida do possível e que esta situação ocorre entre as 8h30 e as 9h da manhã no máximo e em período semelhante à tarde. Já agora resta acrescentar que em muitos Países as zonas envolventes aos colégios têm durante os períodos como os atrás referidos circulação limitada/condicionada, mas neste não porque é formado por pessoas que não entendem esse tipo de coisas!!

Trinca disse...

Caro Anónimo,

A última vez que vim ao meu blog, foi por altura do baptizado do meu filho mais novo.

É bom ver comentários destes, porque me relembram o porquê de ter começado há uns anos, a publicar as minhas considerações sobre a vida, o mundo e as pessoas.

A autora deste blog, têm dois filhos, o mais velho, por acaso frequenta o colégio metros acima a que se refere, e é das poucas mães que estaciona devidamente a sua viatura, quer esteja calor, quer esteja a chover, e leva o seu filho pela mão até à escola, para o entregar com os devidos mimos e muitos beijos, sem atrapalhar os outros pais, que também tem o direito, de deixar convenientemente os seus filhos, mas que não tem o direito de me fazer esperar por eles, porque se eu não atraso, não atrapalho nem incomodo ninguém e os outros também não me devem, atrasar, atrapalhar ou incomodar.

A autora deste blog, levantasse todo os dias às 6h15 da manhã, para tratar de duas crianças com menos de 4 anos, e poder deixa-las convenientemente nas respectivas escolas, sem ter de "entravancar" o transito, nem os outros automobilistas.

A autora deste blog, sabe que lhe sai do pelo, porque acordar às 6h15 todos os dias custa, mas acordar a esta hora acautela-lhe 15 minutos para procurar lugar e estacionar no parque adjacente ao colégio metros acima aquele que tratava o meu post.

A autora deste blog também sabe que infelizmente o Colégio o Parque, não têm zona de estacionamento adjacente nem tão pouco capacidades de drop-off que fluam rapidamente nos momentos de entrega e recolha das crianças, mas afinal para os pais, directores de escola, agentes de autoridade, e representantes da Câmara isso simplesmente não é um problema, porque apenas se repete todos os dias da semana entre as 8h30 e as 9h30, coisita pouca, que é isso?

A autora deste blog agradece muitíssimo o seu comentário, porque são as pessoas, como o caro Anónimo ou anónima, que me levam a acreditar ainda mais que a educação e civismo que recebi é aquele que quero passar aos meus filhos.

Bem Haja e muito Obrigada.

Anónimo disse...

Estou tão completamente de acordo com o conteúdo deste blog, quanto sou utilizadora do Colégio Oparque no restelo, uma vez mãe de uma criança aluna desta escola.
É uma realidade que não foram acauteladas as devidas entradas e saídas de alunos. E que o crescimento deste colégio agravou muitissimo, um problema que existia desde o início. A forma desordenada, que ocupa quase três faixas desta avenida, devia ter sido prevista, ou impedida a autorização para, neste local, se erguer um estabelecimento que não possui as devidas infraestruturas para o número de alunos que inscreve. Eis um dos motivos pelos quais vou deixar, em breve, de utilizar este colégio.

Ana Pereira disse...

Boa tarde,
Estava no Google a pesquisar o nome do Colégio na Av.das Descobertas que desço e subo vezes sem conta pois moro muito perto,quando me deparei com este blog e li o texto inicial e os comentários.
Eu procurava o nome desta escola para fazer uma exposição à Junta de Freguesia e à Câmara de Lisboa para chamar a atenção destas entidades para este problema que considero cada dia que passa mais grave e urgente de se solucionar.Como não sei, mas garanto que vai surgir algo quando acontecer uma "desgraça" no local.
Tudo o que a autora do blog descreveu é uma realidade só que infelizmente fica aquém daquilo que todos os dias se pode presenciar. É indescritível!
Eu, mãe de 2 pessoas que desde os 3 anos até aos 17 fizeram a escolaridade no I.Espanhol de Lisboa sito na Rua Direita do Dafundo ia todos os dias levar as minhas filhas à escola. Escola essa com condições mil vezes mais difíceis para se estacionar do que esta de que falamos. Eu e muitos pais durante anos a fio procurámos naquele local um sitio para parar em segurança sem fazer da vida dos outros um inferno. Por isso as minhas filhas e eu andávamos a pé o que fosse preciso.Elas hoje as 2 com carta de condução acham horrível o que se passa à porta daquela escola. E lembram-se de quando eram pequenas...
Respeito, consideração, civilidade, bom senso, urbanidade é o que é preciso utilizar neste caso. Não havendo que entrem em acção aqueles que têm autoridade para modificar e alterar estes comportamentos.
Atentamente
Ana P.

Trinca disse...

Olá Ana Pereira,

Obrigada pelo seu comentário. Este post já tem algum tempo, mas infelizmente continua actualizado!!!

Desta vez, a autora deste blog já tem três filhos, e continua a levantar-se bem cedinho para deixar os seus filhos nos colégios, e continua também a sentir-se indignada, com a falta de educação da maioria das pessoas que a rodeiam.

designed by Charming Templates