14 de abril de 2010

Home Alone

O mais-que-tudo foi trabalhar, têm cá o boss e o desgraçado quer ver a iluminação em funcionamento da obra nova que esta quase, quase a terminar e assim cá estou eu home alone, com imensa dificuldade para decidir o que quero fazer esta noite.

O niquinho dorme profundamente, ainda agora fui ao seu quartinho e ressona esticado na cama, mãos para cima e rabinho espetado.
Na TV nada de jeito, a Leonor não é filha do Tomás nem do Humberto e ao que tudo indica a sua mãe era uma libertina, que mantinha ao mesmo tempo um envolvimento amoroso com pelo menos três homens.

De facto as novelas portuguesas (as da SIC, que as da TVI são mais que intragáveis, são indigestas) são novelas para débeis mentais, o raciocínio lógico é absolutamente nulo e qualquer individuo com um QI mais diminuto, acha estas histórias rebuscadas e sem sentido.

No entanto, posso sempre escapar ou para o telefone, ou para a blogesfera, com a Mamã já falei ainda nem à cinco minutos, também ela têm a TV ligada na Leonor e nos seus problemas de linhagem directa, gosta de ver os burburinhos e as confusões advindas do cabeleireiro Rosa&Luz e do atelier de arquitectura mais reconhecido de Lisboa; podia também ligar à melhor amiga, mas está num jantar pseudo-amoroso com um trintão giro a valer, engomadinho que só ele, mas com a mania que é um psicólogo intelectualmente capaz (não desprimorando os estimados leitores psicólogos, acho um bocadinho impossível que um psicólogo possa ser intelectualmente capaz, com tanta loucura que ouvem, ai mãe misericordiosa tenha piedade destas pobres alminhas que se dedicam a vida toda a tentar sanar o devaneio alheio), que a pica terrivelmente e que lhe dá ganas.
Mas para a melhor amiga, o trintão giro a valer não faz nada o seu género, não veste "calça vagabunda"*, não dá ares de descontraído com a vida e com os amigos e cá para nós é ligeiramente chato. Independentemente das qualidades do trintão da melhor amiga, acho melhor não ligar mais, tentei duas vezes e fui parar ao voice mail... será que ele deixou de ser chatinho ou será que mudou de pseudo-profissão.

Assim resta-me a blogesfera, e os blogs dos amigos....

- Interregno de meia hora no desenrolar do post - afinal o dormir profundamente da criança, foi refutado por um acordar em choro de fome, seguido de um biberão sôfrego.
Agora que voltei para terminar o post começa a minha novela preferida, e pronto, tenho de me render às evidencias e viver a vida.

*entendasse desmazelada

Sem comentários: