28 de agosto de 2010

Amiga sabes porque é que eu sempre torci por ele?

image Porque ele foi o primeiro homem que te viu como és, bonita, doce, insegura, menina mulher. E não teve medo nem vergonha, de mostrar que se sentiu atraído por ti, não se importou com o que os outros poderiam pensar, o que ele queria era ficar com esse diamante em bruto que és.

E depois das tareias de nãos* que tu lhe entregaste ele nem assim desistiu. Ele viu em ti, o que tu não vês, não foi como tu, ele viu uma mulher sensual, uma mulher tímida, mas muito divertida, amiga, uma mulher à espera de ser amada.

Não podes ter medo de amar, de mostrares que amas, de ires à luta, porque a passividade mata as esperanças. Promete-me que no dia que encontrares o homem que vale a pena, te entregas de cabeça, e não te preparas para nada, apenas vives.

*Aos restantes leitores deste blog não, a minha amiga não mandou pastar o Raoul Bova, eu é que em tão poético post, me apeteceu por uma cara bem laroca.

Sem comentários: